Prêmio Chico Mário de Violão

Estão abertas as inscrições para o maior Prêmio de Violão Popular do Brasil na atualidade, que leva o nome de um dos grandes precursores da música independente e um dos maiores violonistas do País! Inscreva-se no Prêmio, projete seu trabalho e concorra a R$ 15 mil em prêmios e um violão Yamaha.

Chico Mário

Irmão caçula do sociólogo Herbert de Souza (Betinho) e do cartunista Henfil, autor do primeiro livro sobre produção de discos independentes e do primeiro crowdfunding aplicado à produção fonográfica do Brasil. Oito discos autorais e três livros publicados em apenas 39 anos de vida. Conheça a vida e obra de um dos mais prolíficos artistas e violonistas do País!

Instituto Cultural Chico Mário

Nossa missão é estudar, salvaguardar e comunicar o acervo do compositor Francisco Mário, visando o aprimoramento da experiência do público com a música, educação cultural e o estímulo à produção e conhecimento artísticos. Clique no botão abaixo e saiba mais sobre nossa natureza e atuação.
O INSTITUTO
O ICCM – Instituto Cultural Chico Mário é uma organização da sociedade civil de direito privado e sem fins lucrativos, criada em 2017, com o objetivo de promover a obra do compositor e músico mineiro Francisco Mário, precursor da música independente no Brasil, e a educação e cidadania através da cultura.

Nossa missão é estudar, salvaguardar e comunicar o acervo do compositor Francisco Mário, visando o aprimoramento da experiência do público com a música, educação cultural e o estímulo à produção e conhecimento artísticos. Quer saber mais sobre nós? Clique no botão abaixo e saiba de nossa atuação.

Chico Mário

Nascido em 22 de agosto de 1948 em Belo Horizonte, Francisco Mário de Figueiredo Souza, o Chico Mário, foi um dos grandes precursores da música independente no Brasil em uma época em que as gravadoras dominavam o mercado musical. Também foi um dos precursores do crowdfunding no País, lançando em 1980 o “Revolta dos Palhaços”, com dinheiro de 200 pessoas que compraram o disco antes mesmo de sua produção. Em 1986, lançou o livro “Como fazer um disco independente”, apontado como o primeiro do gênero no país.

Irmão mais novo do sociólogo Betinho e do cartunista Henfil, fez história na música brasileira. Ao todo são 89 composições, em oito discos independentes. Também elaborou um método de música em cores para crianças e publicou histórias infantis na revista Recreio. O primeiro disco, “Terra”, lançado em 1979, recebeu grandes elogios do poeta Carlos Drummond de Andrade. Em 1987 escreveu seus últimos trabalhos: “Dança do Mar”, “Suíte Brasil” e “Tempo”. As obras e vida de Chico se confundem com a própria história política, social e cultural do país.

Conheça os ganhadores do 1º Prêmio Chico Mário de Violão

Conheça os ganhadores do 1º Prêmio Chico Mário de Violão

O último dia 22 de agosto de 2018 foi uma data marcante para o Instituto Cultural Chico Mário. Além de ser a data em que Francisco Mário faria 70 anos de idade, foi uma noite de celebração com uma Roda de Conversa de pré-lançamento do livro "Atrás do Biombo:...

Divulgado o Resultado da 1ª Etapa do Prêmio Chico Mário de Violão

O Prêmio Chico Mário de Violão nasceu com a vocação de celebrar a obra do violonista e compositor mineiro Chico Mário e estimular a atividade artística no instrumento musical mais popular do País, o violão. Em sua primeira edição, através de parcerias, posiciona-se...

Instituto Cultural Chico Mário (ICCM)
Av. Cristóvão Colombo, 550, Sala 306 – Belo Horizonte/MG
CEP: 30140-150

ENTRE EM CONTATO